Bemvindo ao CF Spot!

Este é o ponto de encontro do movimento Convívios Fraternos online. Es tu, é a tua comunidade e partilha! És conviva? Junta-te a nós!

Procura na Comunidade

Resultados de tags 'convivio fraterno'.



Mais opções de procura

  • Procurar por Tags

    (Opcional) As tags ajudam a encontrar este conteúdo. Escrever tags separadas por vírgulas.
  • Procurar por Autor

Tipo de Conteúdo


Categorias

  • Do Movimento
  • O Meu Avivar de Compromisso
  • Jovens em Alerta
  • Igreja
  • Olhares

Categorias

  • Convivios Fraternos

Categorias

  • Portugal
  • Angola
  • Moçambique
  • França

Eventos

  • Convívios Fraternos
  • Actividades Gerais
  • Formações
  • Actividades Diocesanas
  • Núcleo de Convivas de Bragança no Porto's Eventos
  • CF Bragança's Eventos
  • CF Lamego's Eventos

Comunidade

  • Novidades e Regras da Comunidade
    • Regras e Novidades CFSpot
    • Tutoriais e Questões
    • Apresenta-te aqui!
  • Diálogo e Partilha
    • Discussão Geral
    • O Movimento
    • O teu Convívio Fraterno
    • O 4º dia
    • Os Núcleos
    • Músicas, dinâmicas e outras cenas
  • A Igreja está contigo
    • A Igreja Católica
    • Catequese e Teologia
    • Sacramentos
  • Outros Assuntos
    • A Esplanada Conviva
  • CF Bragança's Tópicos
  • CF Lamego's Tópicos

Categorias

  • Balada da União
  • Convívios Fraternos
  • Dinâmicas de Grupo
  • Catequese
  • Igreja Católica
  • Tempos Litúrgicos
  • Reflexões
  • CF Lamego's Materiais

Blogs

Não há resultados a mostrar.

Não há resultados a mostrar.

Genres

  • Músicas dos Convívios Fraternos
  • CF Lamego's Stream

Encontrado: 19 resultados

  1. até
    Nos dias 4 a 7 de outubro, estarão 2 dioceses em Convívio Fraterno (Braga e Lamego), e todos podemos estar em comunhão com os novos convivas oferecendo a nossa oração nesses dias: https://doodle.com/poll/p3bzeusapyy6mcx5 Através deste link poderás inscrever-te nos vários horários disponíveis, basta pôr o teu nome, paróquia e no caso dos convivas, o número de CF. Convida teus amigos, familiares e afins e ajuda-os, se for necessário, para também se juntarem a esta mega-oração comunitária! Vamos pelo mundo mostrar a nossa herança! Abraço fraterno PS: se puderem transmitir nas vossas paróquias este apelo, seria fantástico! PS2: foram criadas equipas missionárias em várias zonas pastorais da Diocese de Lamego (Lamego, Castro Daire, Cinfães, Resende, Moimenta da Beira, Tarouca e Sernancelhe), que organizarão celebrações durante o Convívio, junta-te a elas!
  2. Version 1.0.0

    3 downloads

    Esta peça foi encenada no CF 1107 na Diocese de Bragança Miranda, no encerramento. Foi concebida a pensar em equipas grandes (11 pessoas) Tempo: +/- 5minutos Personagens: 10 personagens mais um narrador Jesus Homem de negócios (gravata+mala+telemóvel) Jovem (Com uma bola de futebol (balão a imitar – dar uns toques)) Noiva (Jovem) Pai da criança Criança (9 anos) Mendigos (4). O segundo mendigo não tem que estar andrajosamente vestido, pois é um mendigo “espiritual”
  3. Confia

    Nos dias 20, 21 e 22 de abril realizou o convívio 1358 na diocese de Paris, foram 3 dias intensos onde 28 jovens participaram. Nestes 3 dias os jovens sentiram que havia outros jovens que rezavam por eles. Neste convívio tivemos a sorte de ter os 3 dias connosco a cruz peregrina, em cada momento, dos 3 dias ela nunca nos largou e fez o CF1358 muito diferente. A palavra que veio mais ao falar neste convívio, foi "confia". Pois quando alguém nos convida a viver um CF, nós aceitamos porque confiamos, mas antes de mais de tudo, confiar em Deus, porque ele é amor, ele é perdão e ele é alegria. Alguns destes 28 jovens preparam-se a viver o encontro Nacional em Fátima em Setembro, será de certeza novamente uma bela experiência para eles. Patrick Marques CF984 em Paris
  4. Jovens em Alerta - Confia

    Neste convívio tivemos a sorte de ter os 3 dias connosco a cruz peregrina, em cada momento, dos 3 dias ela nunca nos largou e fez o CF1358 muito diferente. Ver artigo completo
  5. De 26 a 29 de Abril, decorreu no Seminário Maior de Coimbra, o Convívio Fraterno n.º 1358. Um Convívio Fraterno com 15 novos rostos de Cristo nesta Igreja. Jovens vindos de várias paróquias da Diocese de Coimbra, abraçaram o desafio de se sentirem mais perto de Cristo. Viveram-se três dias muito intensos e ricos de experiências de encontro e conhecimento do Eu, de Deus e dos Outros. Cada um ao seu jeito mais particular foi dando espaço para que Deus falasse. Ou melhor, para ouvir Deus. Ficou a certeza de que não estamos sozinhos e temos uma Igreja muito maior do que a conhecemos e, de que Deus precisa de cada um, Ele que nos Ama e nos convida a confiarmos como o barro é confiado ao oleiro. Com o sentimento de que cada um é obra do Seu amor, ficou o desafio de cada um deixar que Deus inunde a sua vida: “ir pelo mundo mostrar a tua herança”! neste desafiante 4.º dia.
  6. De 26 a 29 de Abril, decorreu no Seminário Maior de Coimbra, o Convívio Fraterno n.º 1358. Um Convívio Fraterno com 15 novos rostos de Cristo nesta Igreja. Ver artigo completo
  7. Fonte de Amor

    Foi nos dias 31 de maio, 1, 2 e 3 de junho de 2018 que se realizou mais um Convívio Fraterno no Seminário Maior de Viseu. Fonte de Amor foi o lema do CF 1360. Fonte onde bebemos e pudemos saciar a sede do Amor do nosso amiguinho Jesus Cristo. Uma Fonte que não seca e não para de transbordar Amor para qualquer pessoa que dela queira beber. Estes dias proporcionaram-nos momentos de muita paz, tranquilidade e alegria, enchendo, desta maneira, o coração de Amor para partilhar. Jesus Cristo é essa Fonte de Amor onde todos podemos beber e nos saciar. Três dias em que nos foram propostos vários desafios: parar, escutar e partilhar: PARAR para pensar que lugar Cristo ocupa na nossa vida; ESCUTAR para melhor o recebermos no nosso coração e PARTILHAR para O poder divulgar a todos com todo o Amor. Foi boa “a paragem” deste fim-de-semana, cheio de alegria e muito AMOR, onde pudemos escutar testemunhos de outros convivas, cantar, refletir e rezar. Cristo veio encher o nosso coração de Amor e certamente jamais se irá esvaziar, pois iremos "recarregar" os nossos corações nos próximos encontros. Estes dias terminaram com a realização do encerramento do nosso Convívio Fraterno no auditório do Seminário Maior de Viseu, onde outros convivas, familiares e amigos nos deram aquele abraço que, uma vez mais, traduz o AMOR que CRISTO tem por nós. Tudo terminou com a celebração da Santa Missa, presidida pelo Senhor Padre Jorge Lopes, onde recebemos a CRUZ, símbolo do nosso movimento. O CF 1360 ainda não acabou, pois o nosso 4º dia continuará a ser exemplo disso. Posso claramente afirmar que todos terminámos este encontro com a missão de espalhar a mensagem de Cristo, pois ele é FONTE de VIDA e de AMOR, sem nunca esquecer o nosso papel: "Vai e dá testemunho de Mim". JUNTOS SOMOS UM! Por: Nuno Bernardo CF 1360
  8. Jovens em Alerta - Fonte de Amor

    Foi nos dias 31 de maio, 1, 2 e 3 de junho de 2018 que se realizou mais um Convívio Fraterno no Seminário Maior de Viseu. Ver artigo completo
  9. Como é possível que nos dias de hoje, onde a informação está ao alcance de todos e de uma forma tão fácil, seja tão difícil descortinar o que na nossa vida é essencial para sermos FELIZES? Saídos de um mundo de agitação com imensos “ruídos” chegou a Eirol um grupo de 24 jovens para participar numa experiência diferente. Pouco sabiam do que se tratava, mas por ela ansiavam; tinham muitas questões e dúvidas e só uma certeza: vieram em busca de algo que os preenchesse, que os fizesse sentir felizes, que preenchesse o vazio que sentiam dentro de si, algo que os ajudasse a conhecer-se melhor a si próprios. Nem sempre é fácil identificar aquilo que necessitamos para preencher esse vazio e por isso as escolhas que fazemos nem sempre são as mais corretas. Estes jovens tiveram a coragem de vir à procura da verdadeira razão da sua felicidade; muitos ainda não sabiam o que precisavam descobrir, mas ainda assim, estavam dispostos a participar nessa aventura. E descobriram... descobriram que precisavam de Um Novo Recomeço, descobriram que é a Hora de Viver, descobriram que Deus-Amor é Tudo o que precisam para serem Felizes! Essas descobertas trouxeram-lhes Alegria aos seus corações que depois transbordou e a todos contagiou na Festa de Ressurreição. Aconteceu Pentecostes nesses dias pois o Espírito de Amor foi derramado nos seus corações e estes jovens finalmente sentiram que a Única Língua que por todos é entendida é o AMOR! Foi motivo de festa, de celebração, não só por este CF mas também pelos 50 anos do Movimento. Incrível como esta experiência de encontro de tríplice dimensão continua, hoje, a sortir os seus efeitos, tal como há 50 anos. Os jovens continuam sôfregos por Felicidade e pela mensagem libertadora de Cristo Salvador. A experiência de um Convívio Fraterno continua, hoje, a ser resposta para os anseios dos jovens, que continuam a necessitar de fazer Encontro com Deus Amor. Foi este o testemunho que foi proferi- do durante a festa de encerramento do CF1359 (50º) realizado no salão paroquial de Avanca, os jovens participantes do CF1359 publicamente declararam que Deus-Amor reina nos seus corações e que Ele é o único que dá sentido às suas vidas. A Diocese do Porto esteve em festa, unida às demais dioceses do país e comunidades além-fronteiras onde o Movimento está implantado. A celebração de 50 anos de existência é motivo de festa, mas a celebração de 50 anos deste Movimento que proporciona Encontro com Deus Amor é também motivo de Alegria e Hinos de Louvor a Deus. Pela equipa Coordenadora do 1359 (50º) Lu Santos No Encerramento do Convívio Cinquentenário, realizado no anfiteatro do Centro Paroquial da vila de Avanca com algumas centenas de convivas, entre os quais sobressaia uma representação de Bragança e Aveiro, foram colocados nos extremos laterais do palco onde estavam os partcipantes do convívio, um coração com a palavra AMOR ao centro a suspensos 24 corações com as cores e os nomes das 18 dioceses e dos 6 países e uma réplica da Cruz peregrina de onde pendiam, suspensas da chama 23 faixas também com as cores das dioceses que, ostentadas e agitadas por 23 jovens durante o cântico do hino do Cinquentenário, manifestavam a presença espiritual de todo o Movimento disperso por todas as dioceses e por 6 países, mas todos irmandados na mesma Fé e no mesmo Amor a Jesus Cristo.
  10. Foi motivo de festa, de celebração, não só por este CF mas também pelos 50 anos do Movimento. Ver artigo completo
  11. " ... Eu pensava que para Deus nada era impossível mas durante estes 3 dias percebi que há algo impossível para Deus ... que é deixar de nos amar" Foram estas as palavras de uma jovem de entre 23 jovens que se disponibilizaram a fazer o convívio fraterno 1336 na Diocese de Beja, que se realizou nos dias 01,02,03 de Dezembro de 2017. O Senhor, chamou muitos, chamou outros mas foram estes 23 jovens que abriram as portas do seu coração para dizerem SIM ao chamamento de Jesus. Vieram de diferentes lugares mas com motivações, sorrisos e olhares semelhantes, de fazerem o grande encontro com Jesus Ressuscitado. Jesus foi tocando e fazendo história com cada um destes novos convivas, que permitiram que o Mandamento Novo do Amor tocasse no coração e na vida de cada um sendo visível a alegria, amizade que brota deste Amor. O encerramento deste 53° Convívio Fraterno da Diocese de Beja, realizou - se em clima de festa, no salão do Centro Pastoral de Beja, terminando com a celebração; da Eucaristia presidida pelo Sr. D. João Marcos, Bispo de Beja, e concelebrada por 5 padres desta diocese. O Pós-Convívio vai realizar - se no dia 20 de Janeiro de 2018, pelas 09h:30m, no Seminário de Beja, para o qual convidamos todos os convivas a participarem. P'Ia Equipa Coordenadora Nádia Canotilho
  12. "Eu pensava que para Deus nada era impossível mas durante estes 3 dias percebi que há algo impossível para Deus ... que é deixar de nos amar" Ver artigo completo
  13. Assim aconteceu o 69º

    Cerca de 20 jovens da cidade de Setúbal, participaram pela primeira vez num Convívio-Fraterno, no 61.º de Vendas Novas (Diocese de Évora). O entusiasmo que estes jovens trouxe­ram levou o Pe. Manuel Vieira a pedir que se realizasse em Setúbal o 62. C F., e assim aconteceu de 20 a 23 de Julho de 1978. Nele participaram mais 26 novos convivas da cidade de Se­túbal. No 63 C. F. de Vendas Novas ain­ da participaram mais 5 jovens de Setúbal. Sempre com a dedicação e o apoio do P. Manuel Vieira, realizou-se o 69.º C. F. no qual participaram já jovens de outras cidades do Distrito. Assim o Barreiro, Alcochete, Sesimbra, Palmela passaram a contar nas suas localidades com núcleos de jovens convivas que, de 8 a 10 de Dezembro de 1978, participaram no 69.º C. F Depois deste alargamento do Mo­vimento, deu-se uma crise de cresci­mento e foi necessário arrumar a casa antes de entrarem novos elementos, e só neste caso se realizou mais um Convívio.-Fraterno para a Diocese. Ne­le participaram 22 novos convivas. Estes novos convivas vieram dar força aos mais velhos e as reuniões de grupo ganharam mais vida, estando nós esperançados em realizar mais um convívio ainda este ano ... No aspecto espiritual, sentimo-nos um pouco desamparados, pois temos poucos padres que queiram colaborar connosco, mas contamos com o apoio do nosso Bispo D. Manuel, que esteve connosco no último encerramento e nos encorajou a continuar. Os núcleos estão quase todos a trabalhar nas suas paróquias dando a sua colaboração na catequese, gru­pos de adolescentes, grupos corais, etc. Para haver uma ligação entre to­dos, realizamos, o ano passado, 2 Con­vívios-Animação e este ano tamém realizamos um antes de irmos para férias. É assim, com muitas dificuldades, que o Movimento se vai implantando na Diocese de Setúbal, mas temos jo­vens capazes de o fazer com a ajuda do Espírito Santo. Um abraço para todos.
  14. Cerca de 20 jovens da cidade de Setúbal, participaram pela primeira vez num Convívio-Fraterno, no 61.º de Vendas Novas (Diocese de Évora). Ver artigo completo
  15. Aconteceu o 276º em Aveiro

    O 276 aconteceu e foi para os jovens que o fizeram, motivo de grande alegria. Tínhamos acabado de festejar mais um Natal e o início de um novo ano e o nosso convívio veio na hora cxacta. Fez nascer verdadeiramente em nós o Menino e consciencializou-nos que, como jovens cristãos, temos um papel fundarncntal a desempenhar nas nossas famílias, na nossa paróquia, na nossa escola e emprego para a promoção da paz e da fraternidade entre os irmãos. Fomos para casa cheios de força e esperança, confrontar-nos com a realidade da vida e, quando voltámos a Eirol no dia 9-2-86 para o nosso reencontro. vínhamos felizes. Tínhamos ido reencontrar o Cristo que descobrimos no convívio, no nosso dia a dia e tínhamos chegado à conclusão de que, apesar de algumas dificuldadcs, a nossa vida tinha mais razão de existir. Porque um cristão deve ser alegre, no final do nosso reencontro fizemos uma sã festa de Carnaval cm que vivemos e aprofunda­ mos a nossa alegria e amizade uns com os ou­ tros e estávamos muitos, cerca de 100 deste e doutros convívios. Alguns até que nunca participaram mas que foram ver como era a malta convíva. No final uma certeza: vale a pena ser-se jovem sobretudo quando queremos ser cristãos porque Jesus Cristo está connosco.
  16. O 276 aconteceu e foi para os jovens que o fizeram, motivo de grande alegria. Tínhamos acabado de festejar mais um Natal e o início de um novo ano e o nosso convívio veio na hora cxacta. Fez nascer verdadeiramente em nós o Menino e consciencializou-nos que, como jovens cristãos, temos um papel fundarncntal a desempenhar nas nossas famílias, na nossa paróquia, na nossa escola e emprego para a promoção da paz e da fraternidade entre os irmãos. Ver artigo completo
  17. Aconteceu Natal 1999 - CF 773

    O Convívio-Fraterno n.º 773, o 2º Da Diocese de Bragança-Miranda, teve lugar nos dias 18 a 20 de Dezembro/99, na Casa do Clero de Ca­beça Boa, em Bragança. Eram 33 os jovens participantes que vieram das mais variadas terras carregados com as suas bagagens e preparados para enfrentar o frio intenso que se fazia e fazer uma experiência de convívio num ambiente de amizade, alegria e paz. À medida que o primeiro dia ia decorrendo alguns jovens iam descobrindo que a sua fé estava adormecida e partilhavam as suas dúvidas, desânimos, problemas e dificuldades e compreenderam que só Deus dá sentido à nossa exis­tência. No final do dia 4 jovens, como livres que são, não tiveram força e coragem para continuar a viver esta maravilhosa experiência. Durante o segundo dia foram sentindo a pre­sença de Deus no íntimo do seu coração e no dos outros como companheiro inseparável das suas vidas; presente nos bons e maus mo­mentos e sempre dis­posto a dar a mão paraos ajudar a caminhar. A alegria foi grande quan­do aconteceu um dos momentos mais impor­tantes do Convívio: viver o reencontro com Deus-Amor que vem até nós em Jesus, Seu Filho. Nem o frio foi capaz de impedir que se vivesse um ambiente de verdadeira festa. Foi o arranque para o inicio, antecipado, do Jubileu do Ano Santo 2000, que decorre do dia 25 de Dezembro/99 a 6 de Janeiro de 2001. É uma grande festa! O Filho de Deus fez-se ho­mem. O Filho de Deus entrou na história da humanidade. Com o decorrer do terceiro dia sentia-se a necessidade de se comprometerem a ter um ide­al de vida baseado pelos critérios do Evangelho, dando um verdadeiro testemunho de Jesus Cris­to com muito amor e alegria, colaborando na construção de uma Igreja renovada e participan­do nos Sacramentos. O encerramento foi realizado no Salão do Paço Episcopal, onde se encontravam alguns sacerdotes, familiares e amigos. Tudo estava pre­parado para acolher os participantes deste Con­vívio. Os Jovens testemunharam com muita alegria e alguma emoção que vale a pena viver por­ que Deus ama-nos... é necessário destruírmos os muros que nos impedem de sermos autênticos Filhos de Deus e construírmos pontes de comu nhão entre os homens de boa vontade e amados por Deus que vale a pena viver porque Deus ama­-nos. Os agradecimentos a Deus eram constan­tes pelas maravilhas que operou em cada um. Os pais eram presenteados com palavras de carinho, ternura e amor. A presença amiga do Pastor da Igreja da Diocese de Bragança-Miranda, Revº. Sr. D.António José Rafael, veio, ainda mais, entu­siasmar o fervor destes jovens para entusiasma­rem-se a ser verdadeiras testemunhas de Jesus Cristo em todos os meios ambientes. "Este Ano Jubilar vai ser um ano de reconciliação, de per­dão e de partilha, um ano de misericórdia, é o ANO DA GRAÇA..." sublinhou o Sr.Bispo. Para terminarmos em grande Festa, foi Ce­lebrada a Eucaristia onde o pão e o vinho trans­formaram-se no Corpo e Sangue de Jesus Cristo que se dá em alimento para vivermos em comu­nhão com Deus e com os outros. No inicio da Eucaristia tivemos um momento próprio dedi­cado à Virgem Mãe que está sempre presente, nos bons e maus momentos da vida, enquanto peregrinamos neste mundo. ACONTECEU NATAL! ... JESUS NASCEU NO CORAÇÃO DE CADA UM DE NÓS. Por Simão
  18. Jovens em Alerta - Aconteceu Natal 1999 - CF 773

    O Convívio-Fraterno n.º 773, o 2º Da Diocese de Bragança-Miranda, teve lugar nos dias 18 a 20 de Dezembro/99, na Casa do Clero de Ca­beça Boa, em Bragança. Eram 33 os jovens participantes que vieram das mais variadas terras carregados com as suas bagagens e preparados para enfrentar o frio intenso que se fazia e fazer uma experiência de convívio num ambiente de amizade, alegria e paz. Ver artigo completo